23.7.07

PalUP Ling | REDIRECCIONANDO...

Por razões de vária ordem, o PalUP Ling vai prosseguir a edição de notícias e opiniões sobre Second Life AQUI!
Keep in touch ;)

20.7.07

PalUP Ling | UP em SL nos Media

Mesmo na abertura do "1º Concurso de Ideias - Universidade do Porto em Second Life", algumas notícias já saíram no Público, na Lusa, na Newsletter da UP, no Expresso, no Sigarra, no Diário Digital, no Portugal Diário, ...
Em breve temos Rádio e TV! Estejam atentos ;)

19.7.07

PalUP Ling | UP em SL


Bem, finalmente mais notícias sobre a presença da Universidade do Porto em Second Life:;
Está aberto o "1º Concurso de Ideias - Universidade do Porto em Second Life"!
O Regulamento do Concurso pode ser consultado na ilha da UP aqui.
Existem neste momento 32 skyboxes na ilha, que podem ser utilizadas por grupos até 4 alunos de, pelo menos, 2 Faculdades diferentes da UP, que entre Julho e Novembro de 2007 deverão elaborar modelos à escala 1:10 da proposta para a ilha da UP.
No final do prazo, existirá um sistema de votação na ilha, e o grupo vencedor terá a possibilidade de implementar a sua proposta no "terreno" que ainda está virgem.
Durante o perído de trabalho nas skyboxes, serão organizados eventos vários no terreno (exposições, concertos, conferências...).
Contamos com o interesse de toda a Academia neste projecto, inédito em SL, de democracia participativa e de colaboração multidisciplinar.
Aproveitem, e visitem a nossa ilha para consultar o Regulamento detalhado.
Fica uma imagem da ilha tal como agora existe: o nosso "estaleiro virtual" :) , um espaço de liberdade e de projecção da excelência da UP.

18.7.07

PalUP Ling | "Almas em Guerra"

Desta vez o post não tem exactamente a ver com SL... ou talvez sim!
Apenas para registar o grande trabalho "Almas de Guerra" de Luís Miguel Loureiro na rubrica "Em Reportagem" da RTP1 ;)
Qual a relação com SL? O Luís Miguel fez um trabalho connosco sobre as nossas aulas em SL, lembram-se? Também essa peça estava muito bem ;)

PalUP Ling | "Cerejas Duvidosas"

A propósito do lançamento do livro "Tempo das Cerejas" que ontem decorreu nas ilhas de Bora Bora, e ao qual tive o privilégio de assistir, sinto-me (quase) na obrigação de aqui fazer os seguintes comentários:

- SL é de facto um ambiente excelente para conhecer novas pessoas e novas ideias em muito pouco tempo, o que é extremamente enriquecedor
- a possibilidade de dispôr de um "ambiente" inovador, ou de uma plataforma de comunicação diferente, não é (nem nunca foi) garantia de qualidade em relação ao que se escreve, ao que se diz... ao que se faz
- o livro da Claudia não faz definitivamente o meu género! Também não foi escrito para mim, é certo... mas a qualidade literária da obra, hummm...
- às apostas editoriais da Oficina do Livro deveria corresponder um esforço maior de promoção: não se entende como um evento desta natureza não tem sequer a "presença" (ainda que pequenina) do editor!

Conclusão: valeu a pena a visita, pelo convívio e pela possibilidade de fazer novas amizades!

17.7.07

PalUP Ling | "O Tempo das Cerejas"

Claudia Galhós lança hoje o seu terceiro livro, agora em SL!
Pelo que revela Gaia Bosh no dossier do Expresso, o romance é ficção dentro e fora de SL! Cool, Claudia ;) Espero poder assistir ao lançamento do "Tempo das Cerejas", ainda por cima nas prais de Bora Bora, onde as nossas aulas começaram! Coincidências... ou sítios inspiradores.

PalUP Ling | Amazing Don!

Don MacLean aka Robbie Dingo, dedica-se a projectos artísticos em Second Life. O seu blog dá conta de um dos seus projectos usando Machinima, e que acho verdadeiramente imperdível. Como tal, deixo-vos o video e o texto que o Don publica em anexo. Disfrutem muito:

"Frameless heads on nameless walls, with eyes that watch the world and can't forget - like the strangers that you've met". [Don McLean].
Ever looked at your favorite painting and wished you could wander inside, to look at it from different perspectives? Spend a single day in one of mine, from early sunrise on a new day, to dusk when lights come on in cosy homes; through a peaceful night, till morning.
Shot on location in Second Life then post-produced, this was an idea I had a while ago. The Sim in this work was on temporary loan so it's all been swept away now, leaving only the film behind. It was always intended however that the video would be the end product, not the build.
This work is dedicated to the many weird and very wonderful strangers from around the globe I have met, but have neverreally met."


PalUP Ling | Hyper-Flute

Mais uma de Don MacLean aka Robbie Dingo: uma Hyper-Flute para usar em SL (mais informações aqui), e que pode ser adquirida em SL Exchange. Mais um projecto interessante do Don, como podem verificar:

16.7.07

PalUP Ling | "Time" e SL

A revista Time resolveu pronunciar-se (agora a sério) sobre Second Life!

Algum tempo depois de ter dado à estampa várias notícias e reportagens do "metaverse", eis que chega a brilhantes conclusões, assim interpretadas:

- SL é muito lento a "carregar"!
- em SL é difícil navegar, mesmo com uma ligação de banda larga!
- criar e personalizar um avatar em SL é uma tarefa aborrecida!
- existem loucos em cada esquina de SL!
- sugerir que "humanos virtuais" podem fazer "coisas humanas" online em SL... é "patético"!

Conclusões minhas:

- o meu portátil de 1.200 € é uma "bomba"!
- a minha ligação NetCabo é do melhor que há no Mundo (mesmo com o router wireless)!
- devo ser um caso raro de inteligência e destreza manual!
- divirto-me com muito pouco, porque criar e personalizar um avatar em SL é das coisas mais interessantes que tenho visto online (com todas as suas implicações de auto-representação)!
- possivelmente evito as esquinas em SL (instintivamente), porque não tenho visto assim tantos loucos como na minha cidade (aqui nem se dão ao luxo de abancar nas esquinas, plantam-se mesmo no meio das avenidas...)!
- finalmente aquela dos "humanos virtuais" e das "coisas humanas"... não percebi!

"We're sure that somebody out there is enjoying Second Life, but why? Visually, this vast virtual world can be quite impressive, but it's notoriously slow to load (it runs on free software you have to download) and difficult to navigate, even with a broadband connection. You interact in the space through an avatar, but creating and personalizing this animated representation of yourself is tedious. Movements feel clunky and there can be a terrible lag. As on many sites, there's a learning curve for novices, but Second Life's is simply too steep. And there are crazy people around every corner — disruptive types that spread graffiti and get in your way and throw you off your groove. Fans praise Second Life as a virtual hangout where you can meet and chat and buy sneakers and real estate (that's fake stuff for real money) and dance and go bowling and have sex — suggesting that "virtual humans" doing "human things" online in Second Life is somehow less pathetic than, say, cooking Kaldorei spider kabobs or making magic pantaloons in World of Warcraft. The corporate world's embrace of the place as a venue for staff meetings and training sessions does seem to lend Second Life a layer of legitimacy. But maybe it's a case of some CEOs trying too hard to be hip."

PalUP Ling | SL e a Com. Social :-)

15.7.07

PalUP Ling | Instituto Cervantes




O Instituto Cervantes está em SL... e não brinca em serviço ;) Excelente repositório de conteúdos, com imensas coisas para ver... com calma. Ok, desta vez perdoamos a "imitação chapada" do edifício de Madrid, vale?




PalUP Ling | Global Kids + Machinima

Excelente trabalho de Global Kids, e da utilização de machinima por adolescentes em SL sobre temas actuais relacionados com os novos media.

13.7.07

Palup Ling | Novamente acessibilidade

José Antunes, o jornalista residente do Expresso em SL, publicou um artigo com o título "Mundo Virtual dá "asas" a deficientes", que pode ser lido aqui.
A este propósito, sugiro que releiam as palavras de Nina Voom (lembram-se?), transcritas no nosso blog aqui e aqui.
A Nina não ia gostar da imagem que o Expresso escolheu no referido artigo...

PalUP Ling | idd? ;)

Vejam quais são, em Junho de 2007, as idades dos residentes registados estimadas pela Linden Lab, e o número de horas que cada grupo se encontra online por mês.
Interessante verificar que o número de horas online é inversamente proporcional à idade ;)


PalUP Ling | Um ano de boa colheita!

PaulUP Ling | Um parto difícil?

8 MILHÕES!... ou OS 9 MESES EM QUE A EUROPA OCUPOU O METAVERSE!

Alguns dados:
- em Outubro de 2006 estavam registados 1.148.197 residentes
- em 12 de Julho de 2007 estavam registados 8.000.000 de residentes
- cerca de 26% dos residentes activos provêm dos E.U.A.
- cerca de 37% dos residentes activos são europeus (de entre os 15 países mais representados)
- tendo em conta a sua população real, a Holanda (com 3,67% activos) e Portugal (1,46%) estão nas primeiras posições de entre todos os países do Mundo

O crescimento demográfico em SL tem sido espantoso nos últimos 9 meses: o período de gestação de uma ocupação pacífica (?)do metaverse por parte dos países europeus.
A vocação histórica dos "colonos" portugueses e holandeses veio-me, de repente, à memória! Somos e sempre fomos muito poucos, mas viajamos que se farta... ou antes, quando podemos piramo-nos! Será que o mar que comprime os holandeses, ou a Espanha que nos rodeia, são motivação para que, rapidamente, optemos pelas viagens à descoberta do desconhecido?
Bem, em SL a coisa parece funcionar assim!
E, para já, a Europa continua a estar cada vez mais activa em SL.
Que mudanças resultarão deste alteração de público-alvo inworld?

10.7.07

PalUP Ling | e a desficcionalização?

O Expresso continua a acompanhar diariamente o metaverse, e José Antunes fez uma excelente recolha com o título "O mundo digital alternativo visto pelos mestres da ficção" que pode ser consultada aqui, onde tenta resumir opiniões sobre SL de "mestres da ficção".
A abordagem é interessante, mas colide com a ideia de "desficcionalização" progressiva do metaverse defendida por diversos SL opinion makers.
Uma reflexão interessante para a qual devíamos teleportara nossa mente... ;)

8.7.07

PalUP Ling | A SIC e Portugal SL

PalUP Ling | Últimas do metaverse

"O primeiro concerto de música em Second Life reuniu 15 mil pessoas, sinal evidente de que o mundo está a mudar. No mesmo fim-de-semana nasceu um jornal português sobre SL e a ilha paradisíaca Portucalis foi inaugurada."

Assim começa a última reportagem de José Antunes, do Expresso, sobre SL. Vejam aqui.

7.7.07

PalUP Ling | Eleições em Lx em SL


"Unir Lisboa" é o lema da camapnha de António Costa para as eleições na capital no próximo dia 15, e está em SL aqui.
Para além do EXCELENTE trabalho dos amigos da Beta Technologies, custa-me a entender a presença de uma candidatura destas no metaverse!
Por várias razões, a saber:
1. Dos cerca de 50.000 portugueses residentes (registados) em SL, apenas cerca de 10% farão login regularmente (5.000); destes, apenas uma parte participará na votação em Lx! Logo, não me parece que a ideia seja captar votos inworld, já que o público-alvo é insignificante.
2. O espaço da candidatura revela uma total incompreensão das potencialidades de SL: colaboração, participação individual, afirmação de cidadania. Antes representa uma extensão de consteúdos existentes offline, uma espécie de montra virtual...

Pelas razões expostas, depreendo que a candidatura apenas pretende mostrar (dentro e fora de SL, nos jornais, na tv...) um candidato "moderno", "cool" e muito "fashion", com abertura para utilizar os "fantásticos mundos virtuais" para fazer política (acredito que na capital isto funcione mesmo ;). Só que Second Life não é nem deve ser mais uma "revista cor de rosa". E com iniciativas destas perdemos todos (pelo menos os que acreditam em plataformas de colaboração efectiva e de decisão descentralizada). Numa campanha eleitoral em SL haveria certamente tantas coisas interessantes para propôr...

6.7.07

PalUP Ling | Casamentos "inworld"

Marcio Ehrlich aka Marcio Moo, publicitário do Rio de Janeiro, convidou-me "inworld" para visitar o seu local destinado a organizar e celebrar casamentos, bem como a vender tudo o que é artigo relacionado com este tipo de evento!
Caso queiram "dar o nó no metaverse", cá fica uma transcrição do mail do Marcio!
Hummm...


"Os brasileiros e portuguêses agora já podem casar em português no Second Life.

O publicitário carioca Marcio Ehrlich -- através do seu avatar Marcio Moo -- abriu no jogo a Moo'nlight Chapel como uma alternativa linda, romântica e acessível para os avatares brasileiros e portuguêses que querem celebrar seu amor e iniciar uma vida conjunta no Second Life.
O resultado foi espetacular: nas primeiras semanas, a Moo'nlight realizou 5 casamentos e um noivado, além de ter 4 outros casamentos já agendados para o mês de julho.
Tudo começou quando Marcio foi chamado a oficiar em português o casamento de um casal de amigos brasileiros, em uma capela cujos oficiantes só falavam inglês. Estava claro que esta necessidade tinha que ser suprida no jogo, onde já se conta aos milhares a presença dos residentes que não têm o inglês como sua primeira língua.
A Moo'nlight, aliás, não apenas faz a cerimônia em português. Sua equipe, gerenciada pela avatar paulista Roslyn Yalin, acompanha os noivos em todas as suas necessidades, do convite a certidão de casamento, passando pela escolha do vestido de noiva, do buquet, da aliança e do bolo, ou seja, tudo o que o casal vai precisar para tornar o dia mais importante da sua Segunda Vida inesquecível.
A Moo'nlight Chapel fica na ilha FairChang Vista NW, em uma área de 6.144 m2. O pacote básico do casamento, que inclui a locação do local da cerimônia e do salão de festa, mais convite, oficiante, bolo, fotografia, DJ e certidão de casamento, fica em L$ 3.500 (Três Mil e Quinhentos Linden Dollars), que correspondem a cerca de 35 reais.
MAIS INFORMAÇÕES E FOTOS:
Moo'nlight Chapel
Marcio Moo
E-mail: marciomoo@gmail.com
Marcio Ehrlich
Tel.: 55(21) 2537-8180
Cel.: 55(21) 9989-0350"

5.7.07

PalUP Ling | Expresso no SL

Veio finalmente a público os trabalhos do jornalista José Antunes na edição online do Expresso, aqui. Parece que vamos ter cobertura sistemática ;) Boa!

PalUP Ling | SL Etiquette

Mensagem sobre SL Etiquette na mailing list SLED (SL Educators):

"This kind of spells it out more than the official LL document. However these are cultural things I see new folks do/not do repeatedly:

1. DO ask questions of other people to learn. (i.e. Where can I learn to build? Where did you get your hair? What's the most beautiful place I can visit?) (Don't just use Search.. ask "live" people)

2. Do not ask personal (real world) questions of people .. at least not right away. Many people like to keep their first and second life separate. (Taking a peek at someone's profile can give you some clues to their preferences.)

3. Do not offer friendship the first minute you meet someone. Some folks like to get to know someone first. However, you can always offer them your Calling Card :-)

4. Do not "Map" people you know and drop in unannounced. Start an IM first and ask to come over.

5. Thank people. Some people in SL will go WAY out of their way to be helpful and kind. They are rarely thanked.

6. Finally - always, always remember that each avatar you meet is a real person with real feelings.

Cathy Arreguin, MA, Educational Technology
Instructor: SDSU, EDTEC700: 3D MultiUser Learning Environments
Instructional Technology * Educational Media * Virtual Instruction"

Well, well, Cathy ;)

PalUP Ling | Concurso Les Halles

Foram revelados os vencedores do Concurso de Ideias para a remodelação da zona de Les Halles em Paris, feito integralmente em SL com maquetas à escala 1:10. Vejam a notícia aqui. Os vencedores ganharam 275 000 L (765 euros)...

PalUP Ling | Gaz of the desert

Gazira Babeli é residente de SL desde Março de 2006. Até aqui tudo normal. A novidade é que Gazira é uma artista que "vive" apenas no metaverse, e que realizou o filme "Gaz of the desert" inteiramente produzido em SL, e que vai ser apresentado em Agosto no Festival de Cinema de Locarno. O filme pode ser visto aqui e uma notícia sobre Gazira no El Pais aqui. Bons prenúncios para a produção cinematográfica em SL, gente ;)

PalUP Ling | Lebenswelt


Não percam, de maneira nenhuma, uma visita aqui, à Lebenswelt, o local de uma Universidade da Nova Zelândia. Para quem gosta de experimentalismos...

PalUP Ling | Inditex strikes again ;)


Fui à loja da Bershka em SL aqui que fiquei a conhecer através do blog da Ana.
Bem, a Inditex não brinca em serviço... e os nossos amigos galegos tb não! Uma loja enorme, com uma abordagem interessante de réplica fidedigna das lojas na RL. Passem por lá! Os designers de moda exclusivos de SL que se cuidem ;) e que comecem mas é a trabalhar para as marcas, para não desperdiçarem o seu génio ;)

PalUPLing | Best Practices in SL

Sobre as exeperiências educativas em SL, teve lugar a Conferência Best Practices in Education, inworld. Muito interessante, pesquisem os conteúdos das apresentações.

2.7.07

PalUP Ling | De novo SL nos tribunais

Ironia das ironias! Depois do post sobre a experiência de alunos do secundário em SL, mais uma notícia do Libération aqui que dá conta da decisão do Tribunal de Paris sobre a queixa apresentada pela Associação de Famílias francesas quanto aos conteúdos impróprios para menores em SL. Citando a decisão do Tribunal: "As associações queixosas não estão em condições de justificar a existência de problemas graves de carácter manifestamente ilícito ou de um risco de perigo eminente que possam afectar os menores, de forma a que se justifique tomar medidas imediatas."
Fica no ar a possibilidade de a Linden Lab recorrer agora aos tribunais por, de alguma forma, se sentir lesada...

PalUP Ling | Curtas Global Kids





Eis algumas "curtas" desenvolvidas pelo projecto Global Kids em Second Life.
Interessante o trabalho, utilizando Machinima, e propondo aos alunos do secundário a abordagem a problemas sociais da actualidade em Second Life.

1.7.07

LiliUP Ling | Manifestação em SL


Manifestação de estudantes PORTUGUESES em SL contra o novo regime do ensino superior. Aqui.


E ninguém nos chamou a nós?!

27.6.07

PalUP Ling | SL e Google Earth

Ligação óbvia? Sl e Google Earth? Vejam aqui.

PalUP Ling | Capela Sistina em SL

A Capela Sistina em SL! Aqui...
Disfrutem ;)

PalUP Ling | Ciência em SL

Um artigo muito bom sobre Comunicação da Ciência em SL aqui.

26.6.07

PalUP Ling | SL no banco dos réus


Second Life au banc des accusés
LEMONDE.FR | 19.06.07

© Le Monde.fr

PalUP Ling | Wimbledon em SL


Wimbledon en direct sur Second Life
LEMONDE.FR | 25.06.07

© Le Monde.fr

22.6.07

PalUP Ling | Transformers em SL

A UP colaborou com a RTP para a cobertura do lançamento do filme Transformers em Second Life.
Podem ver a cobertura total do evento aqui.

19.6.07

PalUP Ling | Partners em SL

Second Life segundo a Partners
18 de Junho de 2007, por Filipe Pacheco, in Meios & Publicidade



A agência é a primeira a entrar nesta comunidade virtual e explica o negócio que espera gerar

Num universo onde já marcam presença a Calvin Klein, a Nokia, a Nissan, a Vodafone e a Apple, a Partners não quis ficar para trás e apresenta-se como a primeira agência nacional a entrar no Second Life (SL). O director criativo, Lourenço Thomaz, explica a decisão e não esconde o entusiasmo quando se refere a este desafio. "A razão principal para a Partners decidir avançar para a abertura da agência neste novo mundo é o facto de ser possível imaginar, criar e fazer acontecer tudo o que vai nas nossas cabeças". E é nesta "sociedade", onde já residem e lutam por sobreviver mais de sete milhões de utilizadores, com transacções diárias no valor de 1,7 milhões de euros, que a Partners pretende "antecipar as necessidades dos clientes".

Cumprida que está a fase de implementação, o responsável afirma que "agora vamos entrar na fase mais motivadora, mais criativa, e também na fase mais lucrativa do projecto, porque se até agora apenas investimos tempo e dinheiro, vamos rapidamente querer obter resultados". E relativamente a oportunidades e desafios, ainda refere: "a nossa presença é vista, tal como referi, como uma excelente oportunidade de negócio, já fomos inclusive abordados por algumas marcas e empresas residentes para fazermos campanhas de promoção aos seus negócios no SL".

Ao considerar que o SL não é mais uma de entre muitas comunidades virtuais, o director criativo considera que esta "esta é uma excelente ferramenta de trabalho, uma vez que "os milhões de residentes e as experiências que giram à volta dos mesmos, a incrível criatividade que todos os dias vemos nascer, em objectos, produtos, serviços ou espaços são um autêntico barómetro de novas tendências e estilos de vida dos consumidores".

Para a Partners as expectativas são altas e, como tal, pretendem ligar-se definitivamente a esta plataforma. "Não tenho dúvidas que esta será uma excelente ferramenta de motivação e incentivo criativo. Hoje já temos duplas a criar campanhas para os nossos clientes. Recentemente, ao apresentarem uma campanha, vimos que tem um enorme potencial para ser desenvolvida também na SL". Este é um dos exemplos que Loureço Thomaz dá para sublinhar a dimensão do projecto. Mas não é apenas na atitude da agência que "este novo mundo" tem impacto. Além disso, também prevê uma mudança de mentalidade na forma de estar dos clientes: "Estes exercícios criativos obrigam-nos a 'sair da caixa'. Resultado, são criadas campanhas e acções que considero verdadeiramente incríveis. E o mais curioso é que os nossos clientes seguem os mesmos passos, libertam-se também dos mesmos vícios, e "saem da mesma caixa".

Quando aborda a possibilidade da agência captar novos clientes, destaca que, por agora, "a prioridade é alargar a área de actuação dos nossos clientes", sendo que essa estratégia já fez com que recusassem "alguns pedidos de marcas". Embora não descure essa possibilidade no futuro, adianta ainda outro grande objectivo: "criar marcas SL. Criar a marca de origem, no seu todo, o produto, a sua forma, o seu posicionamento, o seu conceito, o seu nome, a sua identidade, a sua estratégia de comunicação".

Por último diga-se que a Partners SL inaugurou as suas instalações a 2 de Junho, tendo sido construída em conjunto, pela Marina XI, uma personagem portuguesa residente nesta plataforma, e uma equipa de criativos.

PalUP Ling | Expresso em SL




Expresso tem correspondente no Second Life
19 de Junho de 2007, por Ana Marcela, Meios & Publicidade

"Não podemos de deixar de estar presentes na vanguarda destes mundos digitais", sintetiza, referindo que instituições portuguesas como a Universidade de Aveiro já inauguraram inclusive um campus no Second Life.

Com a entrada neste universo alternativo, o Expresso é o único título de imprensa portuguesa a manter um "correspondente em permanência no Second Life", afiança o responsável. José Antunes, um jornalista do Expresso, especializado em internet, jogos e realidade virtuais, é o enviado especial do título no Second Life, garantindo a cobertura de acontecimentos que ocorrem neste mundo virtual. A regata do America's Cup ou a festa de inauguração da telenovela da Globo são alguns dos acontecimentos que o jornalista relata nos seus envios para o site do semanário, estando a informação disponível na secção Dossier, em Second Life - O Jogo da Vida.

Quando questionado sobre se o jornal cogita avançar com outras iniciativas para o universo digital, o editor multimédia não avança detalhes mas admite que "este é o primeiro passo de iniciativas do Expresso no Second Life, tanto a nível editorial como comercial".

16.6.07

15.6.07

14.6.07

PalUP Ling | Sto Antonio + Machinima



A tal Festa de Sto António onde estivemos na 3a. feira :)

13.6.07

PalUP Ling | Telenovelas...

"TV Globo lança novela no Second Life



Priscila Fantin

O mundo virtual Second Life, que pretende ser um simulacro da vida real e social do ser humano, vai receber no próximo domingo a festa de lançamento da próxima novela da TV Globo, chamada "Sete pecados", que conta, entre outros, com Priscila Fantin e Reynaldo Gianecchini.

Em ambiente digital a três dimensões, a estação brasileira escolheu um estúdio de vidro, situado na ilha Berrini, para realizar a festa. A estreia da novela no ecrã acontecerá a 18 de Junho

Como seria de esperar, as metamorfoses das personagens da novela de Walcyr Carrasco estarão presentes. Os convidados poderão dançar ao som de músicas da banda sonora da nova telenovela, assistir a um excerto com cenas da produção da TV Globo, retratando, assim, da forma mais fiel possível o que passa num evento com estas características.

Hoje, começam já os preparativos do acontecimento no Second Life. Um boneco a representar o autor da ficção visita o espaço onde decorrerá a cerimónia de apresentação da nova aposta da Globo. Está ainda previsto a distribuição de camisolas que servem de convite para o lançamento. Mesmo os jornalistas que queiram participar terão de se credenciar devidamente para entrarem no evento virtual.

Com cerca de cinco milhões de utilizadores em todo o mundo, o Second Life já é uma moda para os brasileiros. Mais de 200 mil cibernautas já visitam com frequência esta espécie de cópia evoluída do mundo real. Nesta comunidade onde não há fronteiras ou nacionalidades, como explica a TV Globo, cada um desenvolve a seu próprio boneco e lhe dá as características que preferir."

in JN de 13 de Junho 2007

PalUP Ling | Encontro e Sto. Antonio


Ontem encontrámo-nos na futura ilha da UP!!!
Foi o primeiro dos muitos encontros pós-aulas que irão acontecer para discutir e actualizar conversas, e desta vez já no nosso futuro espaço inworld :)
Aproveitámos ainda para visitar o pessoal amigo de Lx em plena comemoração das festas de Sto António na ilha das Twins.
(lá estavam o Viktor, a Ana, a Cat, a Maria, a Marga, a Summer, a Winter,..., só gente do "best" :)
Fica o registo do espaço (que tinha sardinhas e tudo) feito originalmente pela Ana Lutetia...

10.6.07

SylviaUP Ling | Simuladores de vida

Excertos do artigo de Manuel Halpern no Jornal de Letras:

"A vida é só uma e devemos aproveitá-la bem, porque não se pode viver duas vezes. Quem é que disse? Há muito que o homem se habituou a viver a vida dos outros, através dos livros, dos filmes, dos sonhos. De olhos abertos e de olhos fechados.
[...]
É o segredo do sucesso das telenovelas e, mais ainda, dos reality shows [...] Em todos estes casos o espectador tem um papel passivo. Pode simular-se na vida de uma personagem, mas não controla os seus actos. A interactividade na ficção foi testada em alguns programas. Como na série "Você Decide", em que, por votação, se escolhia qual o rumo dos acontecimentos. Ou num filme como "Fumar/Não Fumar", de Alain Resnais, em que toda a acção se condiciona pela decisão de acender ou não um cigarro.
Ainda assim, tudo isto está longe de um protagonismo interventivo. Tal só é alcançado com os jogos de computador, em que os protagonistas são controlados pelo jogador. [E hoje] chegou-se a um ponto em que alguns destes "jogos" deixaram de ter aquilo que sempre definiu o jogo: um objectivo, a possibilidade de ganhar ou perder.
Para ainda não falar no Second Life (uma experiência planetária), jogos como "Sims", que vai ser adaptado ao cinema, são autênticos simuladores de vida. A verdadeira intenção é experimentar a vida de outros, tão banais como nós próprios. Apenas com algumas pequenas e relevantes diferenças: é que talvez esse "outro que era eu" tenha conseguido melhor nota no exame, lavar a loiça mais rapidamente ou convencido a miúda a ir jantar fora."

JL - 6 19 de Junho

7.6.07

PalUP Ling | Boas Notícias :)


Fica apenas a imagem, o resto imaginem vocês :)
(parabéns Lenitah, Lia, Lili, Summ, Sylvia ;)

5.6.07

PalUP Ling | 7 milhões!!!


Praticamente um mês depois dos 6 milhões, já está nos 7 milhões de residentes!!! Imaginem quando abrir a nossa ilha :)))

31.5.07

PalUP Ling | Pencil Factory



Uma voltinha na Pencil Factory, um local incrível que aconselho vivamente a visitarem...
Este espaço é mesmo especial ;)

29.5.07

Ultima Aula | As Fotos

Não sou nenhuma perita em fotografia em SL como a nossa Lili mas aqui vão as melhores fotos da nossa última aula em SL de Hipermédia. Para guardar e recordar!!! Fotos desde as conversas, ao intervalo para o cigarrinho e o show de dança meu e da Lili.


PalUP Ling | Final das aulas!

Hoje teve lugar a última aula da cadeira de Hipermedia 2006/2007 em Second Life!

Para que o momento seja festivo, ficou combinado o seguinte:
- manter este blog como plataforma de comunicação e troca de ideias e experiências, gerido pelos seus autores originais
- alterar o nome do blog, mantendo o url
- agendar para cada terça-feira por volta das 22:00 um encontro em SL para debate de ideias, visitas a locais sugeridos por cada um, convívio com outros residentes já conhecidos
- manter este blog como uma ferramenta importante na criação e gestão de conteúdos para a futura ilha da UP em SL

Tomo a liberdade de avançar uma conclusão: esta experiência foi fantástica!
Obrigado a todos ;)

LenitahUP Ling | Projecto Final (parte II)




O conceito refere-se as cores identificativas das várias faculdades e unidades orgânicas da UP. A ideia seria uma ilha dividida em várias pequenas ilhas coloridas. Cada uma com uma cor de uma faculdade. Assim se faria a identificação dos múltiplos espaços. Contudo haveria espaços comuns.
Quanto ao nome escolhido, a Minerva é o símbolo da UP. Significa o pensamento elevado, as artes, as letras, a música, a sabedoria, a inteligência. Considero a sua presença importante para manter o elevado peso histórico da instituição apesar de estar representada numa nova tecnologia.

LiliUP Ling | Trabalho Final







(Clicar na imagem para aumentar)

28.5.07

LiaUP | I Conceito Final






SylviaUP Ling | Trabalho Final


Eis o nome, conceito e imagem propostos por mim para a ilha da Universidade do Porto em Second Life.
Parece-me mais pertinente esclarecer alguns aspectos relativos à imagem, uma vez que o conceito já foi apresentado e esclarecido. O nome é simplesmente UP.
A imagem é uma tentativa de reproduzir visualmente o Farol de Alexandria, que guiou navegantes por mais de 5 séculos. Esta maravilha do Mundo Antigo ficou sobejamente conhecida por conduzir os homens ao Porto de Alexandria e, particularmente, à conhecida biblioteca - a Biblioteca de Alexandria - o importante depósito do saber e do conhecimento do Mundo Antigo. Desta forma, proponho que a ilha da UP funcione então como um guia, uma luz, que conduza o utilizador ao saber, à cultura, à elevação intelectual.
A ilha da UP como um farol que nos atrai para o conhecimento.
[Todas as interpretações são válidas, mas o meu propósito foi aproximar conceptualmente o Farol de Alexandria à ilha UP (tal como nos foi pedido), e não apresentar o Farol como uma imagem daquilo que proponho fisicamente para a ilha da Universidade.]

23.5.07

PalUP Ling | Inspiração...

Em título o link para um espaço paradisíaco (seacliff) que serve de inspiração seja lá para o que fôr (obrigado à Cat Magellam pela dica).
Não percam e visitem ;)

22.5.07

PalUP Ling | Enunciado Projecto

Na aula de 28 de Maio, segunda-feira, deverão ser apresentados em SL (no plasma) os seguintes elementos relativos ao desenvolvimento do Projecto para a ilha da UP:
- Conceito (descrito muito sumariamente)
- Um Nome para a ilha da UP
- Um desenho ou uma foto originais que sintetizem o conceito
Deverão também ser colocados estes conteúdos no blog.
Bom trabalho :)

21.5.07

LiaUP Ling | Ideias



Acredito que a UP, assim como todas as Universidades, seja um local de crescimento, liberdade de pensamento e expressão. Tendo isto em conta, proponho que a ilha da UP seja um espaço onde possamos dar assar ao pensamento e a criatividade.
Proponho um espaço imersivo, (que envolva os utilizadores e os "desligue da RL") dinâmico, (com muita interatividade, muitas coisas para ver e experienciar) colaborativo, ( que encoraje e seja propicio ao trabalho em conjuntos de pessoas de todas as faculdades e mesmo fora da UP)e descontraido (com zonas de convívio e diversão).
As oito palavras chave que quero desenvolver no meu trabalho são: exploração, colaboração, imersão, comunicação, criatividade, pensamento, expressão e dinamismo.
O meu conceito leva-me naturalmente a escolher espaços mais abertos, que não constranjam os avatares, poucos edifícios e os que houver talvez envidraçados para dar a sensação de estarmos num espaço mais amplo. Uma das coisas que menos gosto em SL são escadas, não percebo a sua utilidade neste mundo virtual e para além disso acho um pouco complicado subir e descer escadas, por isso penso que o tp ou voar seria uma melhor opção.

LiliUP Ling | Aula @ 21-05-07




Com a presença da mais famosa modelo em SL: Ana Lutetia! ;) Muito bonita e simpática ouviu atentamente as apresentações dos nossos projectos e até comentou!

* Actualizado com as fotos da Lia também!

LiliUP Ling | Conceito



Transparência(s)
A UP é um todo. Um todo que aqui será igual à soma das suas partes (faculdades), na medida em que os projectos seriam desenvolvidos de forma dinâmica, colaborativa e, acima de tudo, interdisciplinar entre si. Esta é uma das possibilidades que a representação da instituição em Second Life deixa em aberto e deve ser aproveitada da melhor forma. Se há um trabalho conjunto, há objectivos comuns, há partilha. Sabemos o que se está a fazer e porquê: há transparência.


Ao mesmo tempo, esta transparência pode ser interpretada relativamente à usabilidade do espaço. O utilizador que chega de novo ao espaço UP deve saber imediatamente onde está, onde pode ir e o que pode fazer num e noutro sítio. Não pode haver possibilidade de se perder ou de se julgar noutro tipo de espaço.

Arquitectonicamente, seria um "edifício" totalmente transparente (com recurso a cores quando necessário). Haveria uma área central reservada aos espaços comuns (recepção, plataforma informativa, anfiteatro, biblioteca, sala de exposições, espaços de convívio...) que cresce em altura e à volta é rodeado pelos espaços de cada unidade orgânica que sobem em espiral. É importante salientar que em cada uma das áreas haveria acesso a todas as outras.

SylviaUP Ling | Conceito



Dado que se trata do espaço de uma Universidade, proponho como conceito a elevação, a "ascese" intelectual que o homem experimenta através do conhecimento e do saber. Porque acredito que o esclarecimento, o conhecimento das artes, das ciências, das letras, das ideias nos torna mais livres, mais fortes - eleva-nos.

Além disso, brincando como a palavra "up" em inglês, parece-me resultar a coincidência gerada em relação ao meu conceito de ascenção

Desta forma, proponho um edifício (ou vários) que cresça verticalmente, sem pisos, barreiras, escadas ou elevadores, pelo qual os avatares poderão circular, voando. Aponto o vôo como forma de deslocamento dos avatares por este espaço por me parecer uma forma agradável e libertadora de locomoção do personagem.

No topo do edifício, sugiro um local onde todos podemos ensinar todos. Porque a mais-valia do esclarecimento intelectual é fazer de nós melhores homens e ensinar o outro; assim, sugiro um local onde qualquer um de nós poderá "dar uma aula" sobre qualquer temática a interessados.

LenitahUP Ling | Projecto Final



Ideia:
Quebrar dentro dos possíveis com a representação fiel da Universidade do Porto em Second Life. Não projectar quaisquer salas de reuniões, anfiteatros... Contudo os espaços de reunião e de aulas existiam mas não representados de uma forma convencional. Pretendo com esta ideia explorar as capacidades que o SL nos oferece de criar e desafiar a realidade.
As instituições provavelmente serão todas representadas excepto o Instituto Arquitecto José Marques da Silva.


A zona de chegada à ilha seria uma mini-ilha central. Aqui estaria a estátua de Minerva já que é ela o símbolo da Universidade do Porto. Seria o ponto central da ilha e por isso podíamos fazer tele-transporte para qualquer parte da ilha da UP através daqui. Uma estátua de Minerva em miniatura seria depois o ponto de tele-transporte no resto da ilha, ou seja, estaria disponível em qualquer espaço distinto para que fosse fácil navegar pela ilha.

A ilha iria se dividir em várias ilhas mais pequenas, cada uma correspondendo a cada instituição. A identificação da mini-ilha com a instituição representada fazer-se-ia através da cor predominante no local. Por exemplo, se estivermos perante a ilha da Faculdade de Letras, tudo seria em tons de azul tais como vegetação, mobiliário, e outros possíveis componentes da mini-ilha. As ilha comunicariam entre si.O tipo de “decoração” prender-se-ia com a temática de cada faculdade. Mas haveria sempre a estátua de Minerva que referi atrás (bem como a sua função).

Suspenso no ar estaria um edifício. Aqui iria se reunir a SASUP e a Universidade Júnior. A SASUP estará representada através da zona de convívio e divertimento visto que é esta instituição a responsável pelos bares, cantinas, etc. da UP. A Universidade Júnior funcionará como uma imensa sala de exposição de trabalhos realizados pelas diferentes faculdades e institutos. Esta sala de exposições terá secções distintas que comunicarão entre si, ou seja, não estarão fechadas. Só serão distintas e os trabalhos expostos serão facilmente identificados ainda antes de vermos o seu conteúdo porque as paredes terão a cor da faculdade a que dizem respeito os trabalhos daquela zona.

19.5.07

LiliUP Ling | Lost Forest




É de furrys, mas é seguramente um dos sítios mais bonitos que encontrei em SL.
"SL isn't all about fantasy?! So, why not?!"

16.5.07

PalUP Ling | Insead SL

Apesar da ligação existente (e obrigatória) ao blog da Ana Lutetia e Cat Magellan, fica esta ligação em título a um post sobre a presença da Insead em SL.
Vale a pena ir lá ver...

PalUP Ling | Cool :)

Cena estranha, esta!
Estive na SecondUA, com o Carlos Santos e sua incrível equipa técnica, em testes para o Workshop de dia 24 Maio.
O Quicktime Broadcaster no Mac portou-se à altura... o streaming para o url da FCCN também... e o plasma da UA em SL carregou o video na perfeição (embora com um delay de alguns 10 segundos)!
Resultado: O PalUP Ling ficou a olhar para o Paulo um bocado baralhado!
/ me smiles

15.5.07

PalUP Ling | Avatares




In Hindu philosophy, an avatar (also spelt as avatara) (Sanskrit: अवतार, avatāra), most commonly refers to the incarnation (bodily manifestation) of a higher being (deva), or the Supreme Being (God) onto planet Earth. The Sanskrit word avatāra- literally means "descent" (avatarati) and usually implies a deliberate descent into lower realms of existence for special purposes. The term is used primarily in Hinduism, for incarnations of Vishnu whom many Hindus worship as God. Shiva and Ganesha are also described as descending in the form of avatars, with the Ganesha Purana and the Mudgala Purana detailing Ganesha's avatars specifically.

PalUP Ling | Top 20 countries in SL

O top 20 recolhido do blog da Ana Lutetia
(com link em título) citando SL Economics Statistics.
Interessante!

Top 20 countries:
United States 29,49%
Germany 10,37%
France 7,76%
United Kingdom 6,25%
Brazil 5,86%
Italy 4,97%
Netherlands 4,03%
Japan 3,38%
Spain 3,21%
Canada 2,79%
Australia 2,59%
Belgium 1,52%
China 1,31%
Switzerland 1,14%
Denmark 1,13%
Sweden 1,02%
Portugal 0,77%
Austria 0,73%
Poland 0,64%
New Zealand 0,53%

14.5.07

PalUP Ling | U2 em SL

Está agendado um concerto dos U2 em SL nos dias 19 e 20 de Maio.
É necessário inscrição no group em SL.
Mais info no link do título.
Cool ;)

PalUP Ling | Enunciado 21 Maio

Como combinado, na aula de 21 de Maio em SL cada um deverá apresentar e defender o conceito entretanto imaginado individualmente para a futura ilha da UP.
Para tal, deverão ter em conta que a ilha pretende marcar uma presença institucional da Universidade, com valências diversificadas (investigação, aulas, reuniões, diversão,...) que deverão explorar conceptualmente, tendo como linha orientadora a interdisciplinariedade entre as várias unidades orgânicas.
Não se pretende, neste momento, uma descrição dos espaços edificados a criar, antes uma "ideia", ainda que abstracta, que oriente os raciocínios seguintes.
Para tal, parece ser importante demonstrar a pesquisa feita e definir qual o público-alvo e os objectivos, sendo que cada um tem total liberdade para o fazer individualmente.
Bom trabalho...

PalUP Ling | Inspiraçao

Segue em título o link para algumas imagens inspiradoras em SL :)

PalUP Ling | SJSU SLIS

Em título o link para um viseo sobre a criação de um Campus em SL.
Mais uma ajuda para preparação do projecto final.

13.5.07

LiliUP Ling | Reportagem SIC

No Jornal da Noite de hoje, na SIC, deu uma reportagem muito boa sobre o Second Life. Lourenço Merlin, se não estou em erro é o avatar de um jornalista que percorreu sítios onde nós já estivemos, inclusivamente o espaço da UA, experimentou a voz e para não variar entrevistou o Eggy Lipman! Gostei bastante embora não tenha visto mesmo desde o início.

Deixo o link* para quem não viu e amanhã na aula conversamos!
Até amanhã.

*Quem não for cliente Netcabo, Sapo ADSL ou Telepac não vai conseguir ver... =/


Cá esta a reportagem - aqui qualquer um pode ver! ;)

*Actualizado 22 de Maio

9.5.07

PalUP Ling | Workshop na U. Aveiro

Como sabem terá lugar na Universidade de Aveiro um Workshop sobre Comunicação, Educação e Formação em SL entre os dias 23 e 25 de Maio. O link está em título, e aconselha-se vivamente a participação, quer online quer offline ;)

8.5.07

PalUP Ling | Acessibilidade em SL II

Na continuação do post anterior, achei que valia a pena publicar uma resposta ao mail de Nina, enviada por Stan Trevena, com boas pistas de reflexão sobre o espaço em SL:

"I have a close friend in a wheelchair, he plays these games and virtual worlds as an escape from reality (as I usually do), not as a mirror of his personal reality. I've seen many instances where he builds friendships online that then extend into real life. Of course in real life, people are usually put off by his being in a wheelchair, and his disability (CP). I've always seen platforms like SL as the great equalizer, people meet and get to know each other on a mental and intellectual level before meeting (if ever) in real life. One could only wish that things worked in real life more like they do in SL, and that people would not prematurely label a person based on their physical appearance and miss an opportunity to get to know that person before deciding if they are interesting or compatible.
As far as wheelchairs and SL, I think it is somewhat silly to expect people to build structures that are wheelchair friendly in SL. I am one that wrestles with the balance between what people expect and what I deliver in SL with respect to buildings on a daily basis. I just finished building an aquarium on PacRimX Island (pics at the blog, http://pacificrimx.wordpress.com ) . I think stairs and ramps are an incredible waste of space and prims. If you can fly in SL, why put up artificial barriers that simply become obstacles to overcome. There are no doors in the aquarium building (outside of one for the entrance to the attic space). There are also no stairs anywhere in the building. As a matter of fact, almost all of the multi-story buildings on the island are sans stairs. Why waste the prims and inflict another obstacle on avatars by putting in stairs. Most people use some sort of texture optical illusion to make a ramp look like stairs, why??
I think a person is more "in denial" if they do not thrive in these virtual spaces, and spread their wings and do the things they can't in RL. Why on Earth would you want to bring your real life limitations into a virtual space where there are no limits? (this from a person who always wears glasses in these virtual worlds, but I like to think of it as more of a fashion statement )."

Stan Trevena / Director, Information and Technology Services / Modesto City Schools

E em reposta:

"Thanks Stan. I though I was alone in my opinion. I love your line "I've always seen platforms like SL as the great equalizer". You have put into words that which I have struggled to."

Best Regards, Nina70 Voom (SL)

PalUP Ling | Acessibilidade em SL

Apenas para deixar um depoimento de uma das participantes na mailing list "SLED - Second Life Educators", e que dá que pensar... (este tema já tem sido abordado e existem inúmeros relatos deste tipo):

"I have been a silent member on this list for some time, reading the posts as they are delivered to my inbox. However, my time of being silent is now over, as I cannot let this one pass!
As a wheelchair user and an SL user, I find that other wheelchair uses remarks, such as, 'to be realistic' and 'in denial' extremely offensive.
One of the good points to being an avatar in SL is the great feeling I get seeing my avatar walk and fly. Abled bodied RL people do not avoid flying in SL just because they cannot do it in RL; the same can be said for walking, just because I cannot do it in RL does not mean I should not do it in SL. Just because I have extreme difficulties with my RL mobility does not, and should not mean that I should restrict my avatar in SL.
I understand full, the accessability issues within both RL and SL, however, why should I not find some small enjoyment of the freedom that I can gain in SL. I also enjoy, the fact that I am not judged as mentally disabled as well as physically at first sight as I am in RL, even though I have no mental disabilities. Let me just state that I am not in denial of my disability I came to terms with it years ago when this degenerating disease struck, so to be told that I am in denial is both untrue and hurtful!

Best Regards,
Nina

7.5.07

SylviaUP Ling | Comunicação visual

Até que ponto o nosso avatar comunica? De que forma a imagem visual por nós criada afecta a comunicação e o relacionamento com os outros avatares?
Um avatar atraente e belo é mais abordado do que um avatar mais discreto ou menos elaborado?Abordamos mais facilmente um avatar com uma imagem mais familiar ou um avatar mais excêntrico e pouco vulgar? Ou isto não tem nada que ver com o SL, pois no SL não se dá essa importância à imagem física do outro, e todos falamos com todos?
E em relação ao espaço, aproximamo-nos da mesma forma, mantendo a mesma distância, a um avatar belo e a um avatar feio? A um avatar "normal" e a um avatar mais excêntrico?
Até que ponto a imagem visual criada pelos utilizadores afecta a comunicação e os relacionamentos? Há avatares que, unicamente pela sua imagem, intimidam? Outros que tranquilizam e nos deixam à-vontade?
Será a Lenitah, devido ao seu belo aspecto, muito abordada? Será que o Pal aborda tranquila e indiferentemente um furry? A quem nos dirigimos para falar, afinal? E por quem somos abordados?
Lanço-vos mais um apelo à reflexão, desta vez sobre a introdução de uma imagem física que também comunica por nós e sobre o facto de convivermos uns com os outros sob a coordenada "espaço", aspectos que diferem o SL de outros chats.

6.5.07

PalUP Ling | Lisbon Bank de novo

Depois de uma primeira visita, tentei saber como funcionava o banco, falando com um dos seus funcionários. Excerto da conversa, que foi mantida em IM a pedido do dito senhor (prefiro manter o seu anonimato):
...
x: desculpa fiquei off. que me estavas a dizer?
x: fala na caixa
PalUP Ling: IM?
x: sim
PalUP Ling: pk?
x: prefiro, assim se ficar off leio o que escreveste
PalUP Ling: ok. como funcionam os depositos?
x: nos depositos damos 4% de rentabilidade a cada duas semanas, ou seja 8% ao mes
PalUP Ling: ou seja, passo-te 1000 L, por ex, e posso levantar isso mais juros ao fim de duas semanas?
x: certo. é exactamente isso. no caso de 1000 teria de lucro 40 lindens em duas semanas
PalUP Ling: hummm, e o deposito é feito directamente para a tua conta?
PalUP Ling: para o teu avatar?
x: sim
PalUP Ling: e que garantias dás de reembolso?
x: as mesmas que os outros bancos aqui no sl dão, ou seja, nenhuma
PalUP Ling: lol, pois...
x: eu sei que não é fácil, mas não tenho como dar garantia às pessoas
PalUP Ling: e se passasses um papel, tipo um recibo de depósito?
x: sim, isso posso passar
PalUP Ling: tipo um notecard com a transacção?
x: sim, na boa
PalUP Ling: ok
(...)
PalUP Ling: e tens tido muita procura?
x: sim, de momento tenho um superavit de depositos
PalUP Ling: fixe
x: sim :) estamos a pensar em expandir o negocio para o imobiliário
PalUP Ling: cool
...
cool!

5.5.07

LiaUP Ling | Universidades

A presença de Universidades em SL, a diversidade dos seus objectivos e conceitos desperta-me bastante curiosidade. Portanto, esta semana dediquei-me à pesquisa de faculdades/universidades que tivessem algo que me suscitas-se interesse.

Encontrei várias faculdades que ensinam como trabalhar em Sl, tem aulas que vão desde o mais básico até construção de objectos e edifícios. Um dos locais que encontrei neste âmbito foi o ASL - Academy of Second Learning. No entanto, não foi este tipo de faculdades que mais me fascinou.

Visitei a Leeds College - “Design for Digital Media - Leeds College of Art and Design- Gallery and Studio for Ba(hons) Digital Media Students exploring Second Life Art and Design process and HE education”. Neste local podemos encontrar projectos diferentes, como por exemplo um tapete no qual vemos os planetas em movimento, casas com um design inovador entre várias outras coisas.

Encontrei também o CPCC Campus (Central Piedmont Community College) - “The island is experimental and organic in nature, and will evolve as the development team and users learn about Second Life and its educational applications. We intend for this island to be an innovative and dynamic experiment into what is possible in the emerging 3D world with regards to education, collaboration, and simulation.”. Aqui achei interessante a forma como eles projectaram o teleporte interno, ao iniciar o teleporte somos desmaterializados e podemos ver (como se estivéssemos num elevador de vidro) as várias fases desse teleporte; e ao chegar ao destino somos materializados e podemos novamente ver o nosso avatar.

O CPCC tem uma área chamada sandbox onde podemos criar livremente objectos, acredito que isto seja extremamente colaborativo e importante para utilizadores sem o seu próprio espaço, visto que a maioria das ilhas não permite a criação de objectos. O que também me fascinou no CPCC foi uma zona onde sentados num tapete podemos voar até aos mais variados espaços, desde parques infantis, salas de aula, cafés, lagoas em rochas, etc. tudo isto suspenso. Achei este conceito bastante interessante também porque traz à memória contos e lendas que ouvimos em criança e que ficam sempre no nosso imaginário.

4.5.07

PalUP Ling | Lisbon Bank!















A minha última descoberta foi o Lisbon Bank em SL!
Fica junto ao Portugal Mood, empresta Lindens, e dá 8% nos depósitos!
Quando visitei estava bastante movimentado, com portugueses, brasileiros e espanhóis!
E já agora... mais um "!"

PalUP Ling | Second Life Lexicon

Em título um excelente link que remete para um glossário de SL muito interessante.
Aconselho vivamente a sua visita. :)

1.5.07

LiliUP Ling | Aula @ 30-04-2007

Aula de ontem com a presença de Gwyneth Llewelyn, que por sua vez estava a fazer uma visita guiada aos alunos de Arquitectura de Coimbra.


LenitahUP Ling | Agências de Modelos

Já antes da sugestão do Pal que a Lenitah estava a pensar em visitar umas agências de modelos e fazer aqui um post sobre isso. Antes não imaginava a dimensão do mercado da moda em SL. Estas visitas e explorações deram-me a conhecer algo muito explorado em SL.



Encontrei Agências de Modelos em que um painel mostra quais os modelos offline e online e os seus nomes para podermos contactá-los, como a Momo Model Agency.
Outro dos sitíos visitado tinha também os modelos expostos e alguns produtos à venda. No andar de cima tinhamos um pequeno estudio de fotografias com várias poses para os avatares. Falo agora do Models de la Manera.
Oceanview Photography é uma agência de modelos e um grande estúdio de fotografia. Aliás, aqui o ponto forte é mesmo a fotografia. O segundo andar tem alguns "mini-estúdios" de fotografia com várias posições. Uma parte é dedicada apenas a fotos de casais.
Por fim encontrei uma agência de modelos em grande: a Sophisticated Body Modeling Agency at Caesar's Palace. E digo isto porque além de ter expostos os seus modelos, tem um pequeno estúdio de fotografia, uma loja com vestidos fantásticos e roupas para homem e mulher. No último andar temos um terraço com bar, uma zona de refeição e outra com sofás para relaxar um pouco. Mas o mais interessante é que à entrada temos um local para desfiles com passerelle, local para os convidados a assitir ao desfile e um bar.

30.4.07

PalUP Ling | SL Shortcuts

Interessante resumo de shortcuts em SL, publicado por Ruben Puentedura (link no título).
Enjoy ;)

29.4.07

LenitahUP Ling em Marrocos


Hoje a Lenitah foi até Casablanca. Visitou autênticos palácios árabes, foi ao mercado, visitou as tipicas casas de Marrocos e ainda deu um pulinho à praia. Uma visita breve mas que achei interessante. Fiquei tentada a ter um tapete voador como o que eu vi por terras marroquinas... Porque agora que o mundo àrabe está em voga e não pelos melhores motivos, é bom que em SL se mostre (ou se tente mostrar) o mais bonito e mais interessante que há nos países àrabes; as suas construções.

Ainda deu para conversar um pouco com um avatar que escondia por tràs um marroquino da RL. Pois bem, até em Casablanca à SL!!! (brincadeira)





Agora só em jeito de curiosidade. Hoje dei por mim a olhar para uma montra e ao ver uma camisola lilás pensei "esta camisola é a cara da Lenitah!". Isto é normal acontecer, certo? Mas nunca me aconteceu a pensar na Lenitah... sempre fazia estas associações com pessoas da RL. Foi engraçado, por isso é que estou a partilhar.

28.4.07

LiliUP Ling | Democracia em SL

Se pensavam que o “sistema político” funcionava da mesma forma em todo o lado, desenganem-se. O SL Não vive todo nesta espécie de anarquia, há um grupo de pessoas que tem há dois anos e meio experimenta a democracia em SL.
Gwyneth Llewelyn é uma dessas pessoas, faz parte um partido político em SL e esteve-me a explicar mais ou menos como funciona.

Se o modelo que prevalece em todo o SL é: «A ilha tem um dono, o resto paga para ter um espaço. Se se chateiam como dono, vão-se embora e alugam noutro sítio.» Ora democraticamente, a organização é outra: «O conceito é simples: entras com dinheiro para comprar um pedacito de terra, tens um voto, podes ser eleita para o "governo" ou eleger o “governo”. "governo" esse que trata da organização, e de recolher o dinheiro de toda a gente para pagar as ilhas, assim como de manter as coisas limpinhas, projectar novas ilhas, etc. Se não gostas deles, nas próximas eleições, votas noutras pessoas.»

Há eleições governamentais, eleições que elegem não pessoas, mas partidos/programas políticos. Duas vezes por ano, as pessoas interessadas juntam-se, formando uma “facção” e candidatam-se a lugares na Assembleia de Representantes, onde por 6 meses governam tudo. Desta forma, vêem o poder nas pessoas que vivem ali, dividido por todos, já que quem governa é eleito por eles próprios como seus representantes.

Este modelo é actualmente aplicado em dois espaços SL, Neufreistadt e Colonia Nova, funciona há dois anos e meio e já conta o 6º governo constituicional!



[18:59] Gwyneth Llewelyn: 99.999999999% do SL é um misto de anarquia, libertarianismo, e capitalismo laissez faire :)
[18:59] Gwyneth Llewelyn: Nós somos os 0.0000000001% que são pouco originais e são democráticos, organizados num estado de direito ;)


Para saberem mais: http://wiki.neufreistadt.info


Esta conversa já tem seguramente cerca de um mês! Entretanto fui adiando o post (shame on me)... Hoje que reencontrei a Gwyneth Llewelyn em Colonia, achei que estava mais do que na hora! Obrigado, Gwyneth!

26.4.07

PalUP Ling | Hedonismo?

Será a construção e manutenção de uma "vida" em SL um exercício puramente hedonista?
Se assim fôr, como co-existe o carácter "colaborativo" habitualmente proposto nesse ambiente com uma atitude virada para nós próprios?
Servirá, para contextualizar, a reflexão de Teresa de Sousa no "Público" de 25 de Abril sobre Ségolène, que refere a candidata como símbolo da hiper-modernidade, pós-ideológica e pós-doutrinária?

25.4.07

SylviaUP Ling | E entre nós, alunas?

A todos nos parece evidente que o SL proporcionou um maior contacto e uma maior proximidade entre professor e alunas. O tratamento por "tu" e a maior desinibição são consequências dessa relação mais estreia e menos formal entre o docente e os alunos, já característica das nossas aulas.

Mas e entre nós, alunas? Será que o SL contribui para que nos conhecêssemos melhor? Para nos entendermos melhor? Será que em SL conseguimos revelar mais a nossa personalidade e as nossas características? Ficamos a conhecer-nos melhor depois das experiências em conjunto no SL? Que vos parece?

(É óbvio que o Pal também pode responder lol)

LiaUP Ling | Viagens


Durante as ultimas semanas tenho visitado diversos sítios em SL que me encantaram sobretudo pela beleza do próprio local. Sítios onde podemos relaxar, ver coisas diferentes, dar asas ao nosso lado mais místico ou fantasiar com objectos que não existem em RL.

Ansiando por experimentar situações diferentes da RL decidi procurar locais de pura fantasia.. fadas, elfos, magia.. foram algumas das palavras que inseri no motor de busca e encontrei um local muito simpático chamado Shire, este nome chamou imediatamente a minha atenção por estar ligado aos livros de Tolkien. O Shire é um local místico onde podemos encontrar fadas, elfos, cavalos alados (etc) e podemos também deliciarmo-nos com as vistas absolutamente mágicas que nos levam a um mundo encantado só existente em sonhos.

Viajei também ate um local chamado kamba-fire-and-water, ai vendem-se fontes e objectos bastante “Zen” para todos os gostos. O que me interessou realmente nesta ilha foi a beleza dos objectos e como podemos sentir-nos relaxados com o som da água destas fontes.





24.4.07

LiliUP Ling | Greenpeace

A Greenpeace está no Second Life. É um espaço agradável numa espécie de floresta e claramente concebido para divulgar informação sobre a organização ambiental e as suas campanhas cá por fora [e não só]! A informação é disponibilizada através de vários suportes que aqui e ali se espalham pelo local. Tive pena de não encontrar nenhum responsável para conversar: perguntar como se lembraram de usar esta aplicação, se tem resultado e tido algum impacto...matar curiosidade(s)! Não encontrei ninguém, para obter as minhas respostas vou ter de lá voltar! A única personagem com que me cruzei disse que foi lá porque "someone told me this is a place to make a better world heheh"! E não é?


Mais uma vez o SL apresenta-se como meio de divulgação de informação. Neste caso de maneiras de pensar, de encarar a realidade e de agir. E enquanto forem iniciativas positivas como esta, serão sempre bem-vindas, não?


23.4.07

LenitahUP Ling com Novo Visual

Muito devido ao post que a Silvia publicou hoje, que me fez pensar sobre o que estaria a fazer no SL e que utilidade teria, apercebi-me que depois daquele todo entusiasmo inicial, tinha deixado "morrer" a Lenitah mais que não seja pela falta de evolução. Estagnou no tempo e continua a ser a mesma há demasiado tempo. E digo demasiado tempo porque estamos perante o SL, aquele sítio fantástico que me permite mudar de aspecto físico tantas vezes quantas as que eu quiser. Por isso, hoje à noite fui até umas lojas, comprei umas roupinhas novas e lá fui mudar a minha aparência. Claro que limitei-me ao meu minúsculo orçamento e não deixei que a Lenitah se entusiasmasse muito com o que não podia comprar. Desta vez também não tive nenhum príncipe encantado que me desse mais 200 lindens para gastar no que quisesse. Mas o resultado até não foi mau de todo. Hoje a Lenitah renasceu. Continua com algumas particularidades que fazem a sua imagem de marca, pelo menos para mim. Continua na mesma loira, com os olhos da mesma cor, com a mesma skin e com os mesmos traços faciais. E viva à nova Lenitah!


Notícia diga de termos outra vez o Luís Loureiro na nossa aula para sermos notícia no Jornal da Tarde da RTP!!! Mas desta vez somos mesmo notícia de abertura... (Brincadeirinha!!!)

22.4.07

PalUP Ling | Top Ten Popular Places

Sobre as motivações de "viver" em SL, parece interessante analisar a lista Top Ten dos locais mais populares em SL, medidos segundo o tráfego e o tempo dispendido nestes locais.
Ou antes, duas listas diferentes:
Lista que não inclui locais na "mature region":
01. PHAT CAT'S JAZZY BLUE LOUNGE#1 Romantic Ballroom Formal mall - 127.139
02. A VIRTUAL FESTIVAL - Festival Island - 118.875
03. ILHA BRASIL - 90.228
04. Caribbean Breezes Jazz Club - 72.084
05. B-Dazzled Designs - Now Has Ginko - Shop - Play - Make Money - 58.826
06. Gaia, Accueil francophone. (french speaking sim) - 58.435
07. Parioli Rome Italy - 50.229
08. LA ISLA. Mall / Inferno / Extasy / Cajero SLDolar / SMS - 49.945
09. GuRL 6 HAIR:. @ GuRLyWood - 47.447
10. Skye Club Oceania $ No Lag Problems - 46.934
Lista que inclui locais na "mature region":
01. SEXY LAND,free sex orgy,XXX,,france,Italia,FKK - 130.572
02. CHARMS FUN CENTER - Cars, Shopping, Camping and more ..... - 128.996
03. PHAT CAT'S JAZZY BLUE LOUNGE#1 Romantic Ballroom Formal mall - 127.139
04. KONG WORLD - 120.279
05. A VIRTUAL FESTIVAL - Festival Island - 118.875
06. Neva Naughty, Free Sex Orgy Room XXX (Bedroom,Kitchen,Bathroom) - 116.923
07. REFF ISLAND GAMING AND MALL (SPACE AVAILABLE TO RENT) - 115.144
08. ELEMENTS at Goddess of Love3, The Best Looking Club in SL - 106.985
09. ParrotHead Gamers - 105.336
10. NUDE BEACH, MALL & FREE SEX AREA - 103.671
Reparem bem na ordem e nos números... e comentem!

LenitahUP Ling | Expressões

Muitas são as diferenças entre a Lenitah e a Helena. Na sua maioria, a Lenitah possui aquilo que a Helena gostaria de possuir. E aqui está mais um exemplo. Como a Helena gostaria de ser tão expressiva como a Lenitah!!!
Cliquem na imagem para verem o GIF animado. Não sei porquê mas aqui não surge a animação. Temos um blog com a mania de ser chic, na certa!!!

PalUP Ling | reflexão momentânea

A propósito do post da Sílvia, venho agora explicar o seguinte, com quase dois meses de vida conjunta em SL, acerca da metodologia até aqui utilizada:
- as respostas às fichas que vos envio regularmente em SL (e que agradeço imenso se puderem responder na íntegra) são uma importantíssima forma de recolha de informação numa perspectiva de investigação qualitativa online pela qual me interesso, e nas quais o anonimato é um pressuposto fundamental
- no blog, temos oportunidade de utilizar outro tipo de ferramenta de análise, do tipo diário/depoimento, não anónimo, e que tem despertado enorme interesse por parte de quem nos visita
- nas aulas, temos oportunidade de registar informação de um terceiro tipo, entrevista/coloquial, e que permite contextualizar a comunicação e o discurso de uma forma distinta (instintiva, imediata,...)
Após estas considerações, proponho o seguinte:
- que nos comentários a este post cada um responda OBJECTIVA e SUCINTAMENTE à pergunta da Sílvia: O QUE PRETENDO DE SECOND LIFE?
Fico a aguardar os vossos comentários, que devem responder apenas à questão e não comentar os outros comentários :)

LenitahUP Ling num Jardim Romântico

Ontem à noite a LenitahUP Ling foi dar uma volta pela Heavenly Rose Gardens Romantic Island. Vestiu as suas novas jardineiras porque o calor também se faz sentir no SL (e aqui é todo o ano). Este novo local é nada mais nada menos do que um enorme jardim cheio de lugares perfeitos para namorar, embelezado por cascatas, riachos e fontes. Realço o pormenor do chão tansparente na pista de dança em que se vê a água que corre da cascata. Aqui encontrei também dois sítios diferentes para casamentos. Um deles permite uma cerimónia simples enquanto que o outro já é para uma cerimónia mais magestosa. Um local decorado a rigor e com duas partes distintas: a parte da cerimónia e a parte do copo de água com direito a leitão assado e bolo de noiva. Qualquer dia a Lenitah ainda perde a cabeça e arranja um namorado em SL e casa-se.
Bonito era puder ver em todos os cantinhos do jardim casais a namorar.


SylviaUP Ling | O que pretendo do SL?

Esta parece-me ser a questão essencial e primeira sobre a qual devemos reflectir antes de concluirmos o que quer que seja sobre o que somos no SL ou quais as mudanças que a nossa experiência individual neste mundo virtual operam na nossa própria personalidade. Porque todos vivemos o SL de distintas formas e porque as conclusões não podem ser únicas, generalizantes nem abrangentes, cada um de nós deve inquirir-se primeiramente sobre esta questão.
Através do SL pretendo usufruir de um palco, possível neste "novo mundo", onde posso criar um avatar, uma personagem independente de mim, com personalidade própria e com atitudes distintas das minhas? Pretendo usar o SL como um meio vantajoso de aprendizagem, que me ajuda a intervir mais nas aulas? Utilizo o SL e o meu avatar como um meio, uma ferramenta, que me permite viajar por este mundo virtual, conhecer outras pessoas, usufruir de locais que não existem ou me estão longe na vida real, enriquecendo-me a mim mesma com essas experiências? Uso o SL para montar um negócio e enriquecer na vida real? Pretendo usar o SL para difundir uma ideologia, propagandear um movimento? Utilizo o SL para poder usufruir das potencialidades deste mundo virtual, nomeadamente "recriando-me" fisicamente e desfrutando de possibilidades como o vôo e o teleporte?
...
Considero importante primeiramente reflectirmos sobre o que pretendemos do SL e como o usamos e o encaramos se quisermos chegar a qualquer conclusão sobre quem somos em SL, se o SL modifica em algum aspecto a nossa personalidade ou se conseguimos ser exactamente iguais ou totalmente diferentes em real life e em second life.